Embaixada da República do Malawi no Brasil

Embaixada da República do Malawi no Brasil

História

A história da moderna República do Malaui está ligada à vida do missionário escocês David Livingstone (1813 – 1873), que chegou ao lago que ele denominou de "Lago Niassa" em 1859. Após os apelos de Livingstone para que outros missionários viessem lutar contra o tráfico de escravos no centro e no leste da África, a primeira expedição de missionários da Missão das Universidades à África Central (UMCA) chegou ao Malaui em 1861. Entretanto, a primeira missão permanente foi estabelecida no Cabo Maclear no Lago Malaui somente em 1875, pela Igreja Livre da EscóciaEm 1876 a Missão Blantyre foi estabelecida. Essa foi uma das principais missões que agora é conhecida como Igreja Presbiteriana da África Central (CCAP). Em 1884, a primeira estação de comércio europeia foi estabelecida em Karonga, no nordeste do Malaui.

 

Em 1891, o Governo Britânico declarou os Distritos de Niassalândia como sendo um protetorado. Em 1893, o nome mudou para "Protetorado Britânico na África Central" e depois para "Protetorado de Niassalândia", em 1907. A luta política contra o domínio britânico em Niassalândia, onde os Africanos estavam à mercê de muitas práticas injustas, alcançou seu auge com a revolta de 1915 liderada por John Chilembwe, originário do distrito de Chiradzulu e considerado o pai do nacionalismo no Malaui.

 

Mesmo com a falta de êxito da revolta, o descontentamento Africano com o domínio britânico prosseguiu e, em 1944, o Congresso Africano de Niassalândia – que depois se tornou Partido do Congresso do Malaui, sob a liderança do Dr. Hastings Kamuzu Banda em 1959 – foi formado a fim de mobilizar as pessoas para que lutassem por seus direitos e finalmente conquistarem a independência da Grã-Bretanha.

Em 1953, a Federação da Rodésia e da Niassalândia foi formada apesar da oposição Africana. Isso significou que o Governo Britânico transferiu virtualmente sua responsabilidade sobre o protetorado de Niassalândia para os colonizadores brancos de Rodésia do Sul. Mas a resistência Africana à federação forçou os Britânicos a adiarem a ideia. Negociações constitucionais visando a independência do Malaui aconteceram em Lancaster House em Londres, em julho de 1960. Após tais negociações, Niassalândia passou a ter um Conselho Legislativo e se tornou um estado independente do Malaui em 6 de julho de 1964. Dois anos depois o país se tornou uma República e o Dr. Hastings Kamuzu Banda foi seu primeiro Presidente. Esse também foi o ano em que o Malaui se tornou, por meio de uma lei do Parlamento, um Estado unipartidário.

Após trinta anos de domínio unipartidário sob a chefia do Presidente Hastings Kamuzu Banda, o país teve eleições multipartidárias em 1994, sob uma constituição provisória que entrou em vigor no ano seguinte.